Será que você é realmente feliz?

felicidade

Porque a Felicidade pode ser definitiva.
Porque ser feliz é o que realmente importa.

A felicidade não depende das coisas ao nosso redor, mas sim de como nos relacionamos com elas. Então podemos dizer que ser feliz é um estado de espírito latente que pode ser alcançado a não importe qual momento. Existe algo que toda pessoa feliz tem em comum:  (Continua o texto…)

Uma pessoa feliz se sente feliz com ela mesma.
Sua maneira de ver as coisas e os significados que ela carrega fazem com que ela se relacione muito bem consigo mesma. Então um ponto essencial na busca pela felicidade é acessar os pontos de conexão consigo mesmo, é respeitar a integridade se sua essência e de sua verdade. A consequência direta de se relacionar bem consigo mesmo é:

Se relacionar bem com o próximo.
Quando você respeita sua integridade, seus princípios, sua verdade e você se aceita livre de culpas, medos e julgamentos, você aceita também o outro como ele é. Isso facilita muito o fluxo de interações com o próximo de maneira a gerar conexões, empatia e processos relacionais construtivos. Pessoas felizes são mais leves.

Ser verdadeiro, saber qual é seu lugar e se posicionar.
Se você é verdadeiro e íntegro, você inspira confiança nas pessoas e elas também passam a ver você como um exemplo. É um ponto importante a ser observado em processos de construção coletivos, pois afinal de contas, somos seres sociais.

Equilíbrio do fluxo de dar e receber.
Esse ponto acima é a chave de equilíbrio para todos os tipos de fluxos relacionais que temos, sejam eles: amorosos, amicais, profissionais, familiares. A importância de saber qual o seu lugar é saber identificar o peso que você deve carregar e o peso que cabe ao outro carregar. Toda relação com desequilíbrio no fluxo de dar e receber se torna instável e pesada. Então a regra aqui é muito simples: Existe incômodo ou peso? Se sim, alguém está fora do seu lugar.

Cuidar da alimentação e da saúde.
Pessoas que não cuidam da alimentação e da saúde acabam afetando o metabolismo do corpo, acarretando perda de motivação e problemas de saúde, que acabam diminuindo nossa capacidade de realização e concretização de projetos, sejam eles profissionais ou pessoais.

Capacidade de realização.
Quando os pontos citados acima são respeitados, observamos o seguinte processo: a pessoa feliz se relaciona bem com ela mesma e com os outros, gerando relações construtivas e oportunidades novas em sua vida. Sua motivação e sua capacidade de realização são altas e as chances dessa pessoa prosperar nos diversos domínios de sua vida são altíssimas. É claro que a noção de prosperidade para cada pessoa tem significados diferentes de acordo com os sistemas de valores de cada um.

Desenvolvimento de novas habilidades.
Pessoas harmônicas desenvolvendo processos construtivos em equilíbrio dinâmico dos diferentes aspectos de sua vida aumentam seus níveis de consciência e desenvolvem novas habilidades e mecanismos de percepção que vão permitir a elas enxergar a realidade de uma outra maneira.

Ser feliz transforma sua maneira de viver, sua maneira de se relacionar, sua capacidade de prosperar e sua percepção de mundo. Mas atenção, sua felicidade não depende dessas coisas. Elas são consequências naturais.

Sua felicidade e sua missão de vida são uma coisa só. Ninguém veio ao mundo para sofrer.

Abraços fraternos a todos. 🙂

* Se você se interessou por esse texto e gostaria de aplicá-lo na prática com resultados rápidos, conheça nossa terapia de transformação existencial sistêmica. É uma técnica que pode ser feita por Skype ou presencial. Conheça nosso trabalho.