Como ter, ampliar e manter suas amizades e círculos sociais?

snoopy--com-charlie-brown_6588_1024x768
Amigos são anjos sem asas que nos ajudam a voar. 🙂

Quem de nós não se lembra de diversos momentos maravilhosos que vivemos junto com nossos amigos? Os vínculos sociais, as amizades são uma peça fundamental em nosso bem estar. Lembrando que o bem estar é um dos pilares da felicidade.

Alguns de nós temos certa dificuldade em criar círculos de amizades. Outros têm dificuldades em mantê-los. Vamos fazer uma pequena análise de pontos que afetam as relações de amizade.  (Continua o texto…)

1 – A primeira regra em amizades é: Se você quer ter amigos, seja verdadeiramente um amigo!
As pessoas hoje querem ter relações verdadeiras, mas muitas vezes não agem de maneira coerente e não são verdadeiras. Exigem do outro aquilo que não fazem. Muitas vezes mentem e querem ao mesmo tempo que o mundo seja sincero com eles.

2 – Pare de falar mal dos outros se você espera que as pessoas gostem de você.
Criticar os outros não fará com que eles mudem seus defeitos. Eles apenas ficarão mais incomodados com você. Quando você tenta mudar alguém a mensagem que você envia a ele é: “eu não te aceito do jeito que você é”. Aceitar o outro do jeito que ele é facilita muito as relações.

3 – Seja grato e tenha reconhecimento pelo que os outros fazem por você.
Demonstrar reconhecimento sincero e respeito pelos outros aumenta o grau de satisfação deles com você e isso alimenta positivamente as relações.

4 – Quanto mais interesse real você tem pela vida de seus amigos, mais interessante você será aos olhos deles.
Às vezes numa conversa a gente só quer falar e não sabe escutar o outro. É como se não tivéssemos interesse algum em saber o que o outro tem a nos dizer. Ter interesse pela vida do outro faz com que ele se sinta cuidado e acolhido.

 5 – Seja simpático, leve e agradável com as pessoas.
Que tipo de pessoa você gostaria de ter do seu lado como amigo? Um reclamador, grosseiro, desagradável? Com certeza não, não é? Certamente queremos pessoas leves, simpáticas, acolhedoras, divertidas. Então, por que não ser essa pessoa? Seja esse tipo de pessoa e você atrairá pessoas semelhantes.

6 – Evite ao máximo brigas e discussões.
Brigas e discussões, de maneira geral, deixam os dois lados do campo de batalha feridos. Uma conversa com respeito tem mais chances de gerar um entendimento. Caso não consiga evitar uma discussão, tente limitar o seu descontrole emocional.

7 – Sempre que você estiver errado, admita e, se necessário, peça desculpas.
Todo mundo é passível de erros. Reconhecer o próprio erro é algo muito importante numa relação. Todos admiram pessoas que se responsabilizam pelo que fazem e assumem seus próprios erros. Ninguém se sente bem ao lado de uma pessoa que sempre responsabiliza o outro por seus problemas.

8 – Evite cobranças nas amizades!
Cobranças geram incômodos enormes, pois o outro fica com a sensação de que ele não é aceito do jeito que é. Imagine que você cobre de um amigo que ele tome uma atitude por você. Do lado dele, ele se sentirá incomodado não se sentindo aceito como é. Do seu lado, se o seu amigo fizer o que cobrou, você pensará: “Só fez porque eu pedi”. Se ele não fizer, você pensará “nem pedindo, ele fez”.

9 – Evite jogos nas relações!
Você chegou à conclusão de que não quer relações falsas. Você quer amizades de verdade, certo? Nesse caso, evite fazer joguinhos, mentiras e manipulações. Jogos fazem parte da guerra de egos, o que é completamente incompatível com a verdade. Não se colhe verdade plantando mentiras. Sinceridade gera confiança e lealdade. Quem ama não manipula. Aceita o outro com suas qualidades e defeitos.

10 – Evite as expectativas nas relações!
A expectativa é uma cobrança disfarçada. Expectativas são a maior garantia de termos frustrações. Quanto mais expectativas temos, mais frustrações porque as coisas nunca acontecem da maneira que esperamos. Não podemos impor ao outro o peso de satisfazer às nossas expectativas. Toda relação se torna densa quando um deles acha que o outro precisa satisfazer suas expectativas. Faça o seu melhor e não espere que o outro faça o mesmo por você. Ele também estará fazendo o melhor dele, mas o melhor dele não necessariamente corresponde ao melhor que você esperaria dele.

Abraços fraternos a todos. 🙂

* Se você se interessou por esse texto e gostaria de aplicá-lo na prática com resultados rápidos, conheça nossa terapia / coaching de transformação existencial sistêmica. É uma técnica que pode ser feita por Skype ou presencial. Conheça nosso trabalho.